Polícia Civil prende homem que abusou sexualmente e engravidou a própria filha de 13 anos, em Coari

A equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) situada em Coari, sob a coordenação do delegado José Barradas Júnior, titular da unidade policial, cumpriu na noite de quinta-feira (19/12), por volta das 23h, naquele município, mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, em nome de Tomé Silva Faba, 36.

O homem estava sendo procurado por abusar sexualmente e engravidar a própria filha, Luana Ketelen da Silva Faba, que tinha 13 anos de idade, e estava grávida de 25 semanas. A adolescente veio a óbito no último dia 11 de dezembro, por complicações de saúde.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu na comunidade Santa Maria do Iguapó Grande, zona rural daquele município, distante 363 quilômetros em linha reta da capital. Na ocasião, a adolescente que morava com os pais, era chamada para ir pescar com o infrator e, durante a pescaria, era abusada sexualmente pelo próprio pai.

“A vítima foi questionada pela mãe em relação ao pai da criança, momento que ela relatou que tinha sido o próprio pai. Por complicações de saúde, a menina foi levada no último dia 11 de dezembro para o Hospital Regional de Coari, onde entrou em trabalho de parto, ocasião em que veio a óbito. A criança, que nasceu prematura, está em uma incubadora sendo devidamente atendida”, disse o delegado.

Prisão – Barradas Júnior destacou que, no decorrer das investigações, foram realizadas diligências com o intuito de localizar o infrator. Foi constatado que o infrator estava na casa de parentes. “Após conversa com a advogada de Tomé e devido a repercussão do caso, ele resolver se apresentar na unidade policial na noite de ontem, quando foi cumprido o mandado de prisão em nome dele”, explicou a autoridade policial.

A ordem judicial em nome de Tomé foi expedida no dia 5 de dezembro pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, da 1ª Vara da Comarca de Coari.

Procedimentos – Tomé foi indiciado por estupro de vulnerável. Após os trâmites cabíveis na DIP, ele será encaminhado à Unidade Prisional de Coari, onde ficará à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação/PC-AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s